lunedì 29 ottobre 2012

painful

 
Hoje volto ao passado, tantos sorrisos abandonados, tantos olhares esquecidos, tantas palavras por dizer, tantas emoções perdidas nos bosques da eterna solidão. Onde está agora? Não a consigo ver, já não a sinto, já não sei de si. Sinto a sua falta todos os dias da minha vida, todos as horas, minutos e todos os segundos do meu ser. Passaram anos e a dor ainda continua fresca, já não a consigo ver nos meus sonhos, já não a reconheço, apenas me recordo da sua face através das fotografias. Sinto vergonha por isso, peço desculpa ... Cada dia que passa é mais um tormento para mim, esta escuridão que me está a tentar absorver está cada vez mais forte e quer-me cada vez mais. Eu, luto por nós, pelo nosso sonho, o nosso sonho que tem de ser realizado. Este sonho que cada vez está mais longe de mim, que eu vejo a desaparecer. Apenas hoje, confesso, que tenho medo, medo de não conseguir e de desiludi-la, isso é tudo o que eu menos quero na minha vida. Infelizmente, sinto-me a fraquejar, sinto-me fraca e sem forças, por favor dê-me um bocado de força e de esperança para conseguir continuar.

7 commenti:

sofia ha detto...

muita gente, infelizmente, falha a ver isso :/

Daniela Castro ha detto...

Senão queres desiludir não podes fraquejar, tens de ser mais e melhor a cada dia, mesmo que nem sempre seja fácil !
Tudo correrá bem*
Um beijinho*
DanielaC

Rosie ha detto...

Querida Maria, sabes, por algum motivo nunca nos disseram que a vida seria fácil e que tudo nos ia correr bem, tal como quisessemos. Por alguma coisa continuo a culpar os filmes da Disney por me terem feito acreditar, durante anos, que tudo teria sempre um final feliz e que a vida era linda, que os rapazes nunca nos magoariam e que havia um princípe encantado para uma de nós. Nunca nos mostraram o quanto doía perder alguém a quem adoramos. Em nenhum dos filmes nos mostraram o quando doia chorar dia noite, acordar de olhos inchados e com dores de cabeça. Nunca nenhum filme me trousse a ideia de sofrimento e quando cresci, percebi que fui enganada, que nem tudo é simples como pensamos e que tenho que lutar por mim, tomei consciencia que ninguém o fará por mim. Ninguém vai ser feliz por nós, senão nós mesmas.
Por isso querida, toca de levantar a cabeça porque a coroa está prestes a cair, e não queremos isso. Estamos aqui, umas por as outras, a dar a força que não temos, a dizer aquilo que não interiorizamos.
Qualquer coisa nada de hesitar, estou no meu cantinho e a qualquer hora estarei disponivel ♥

P.s: Queridam decidi que, na próxima conversa que tiver com a minha mãe sobre o assunto das consultas com a psicologa, lhe vou dizer que estou disposta a continuar. Um obrigada também a ti.

Com amor,
Rosie ♥♥

Luísa Abreu ha detto...

A saudade que nos atormenta tanto :x
Ora nao tens de que querida, fico contente! :)
Já vi que isto é mesmo geral, espero que a inspiraçao chegue rapido, para todas!!

Inês ha detto...

Obrigada, ainda bem que gostaste! Fico muito feliz.

CC ♥ ha detto...

Oh querida, esse texto não me agrada nada :/ Não sei o que se passa, mas recordarmos momentos do passado deixam-nos sempre assim, mais frágeis, mais tristes, mas querida força! Não vais desiludir ng, tens apenas que erguer a cabeça, e eu sei que é difícil, mas querida, de certeza que tens imensas pessoas que te apoiam, tanto aqui no blog, como os teus amigos, e família!

Força <3

sem rumo.. ha detto...

Escreves tão bem!
Força :)