sabato 13 aprile 2013


Quando tornar a vir a Primavera
Talvez já não me encontre no mundo.
Gostava agora de poder julgar que a Primavera é gente
Para poder supor que ela choraria,
Vendo que perdera o seu único amigo.
Mas a primavera nem sequer é uma cousa:
É uma maneira de dizer.
Nem mesmo as flores tornam, ou as folhas verdes.
Há novas flores, há novas folhas verdes.
Há outros dias suaves,
Nada torna, nada se repete, porque tudo é real.

Alberto Caeiro

12 commenti:

Sofia Duarte ha detto...

Ui, que dia! Agora tens de descansar muito! ;)

Renata ha detto...

r: eu também (: adoro o Sol *.*

nês ha detto...

céus, estas palavras estão encantadoras, corta a respiração a qualquer pessoa que as lê!

Sofia Duarte ha detto...

Eu também tenho :/

Sofia Duarte ha detto...

Eu tenho 19 a filosofia mas ainda assim estou com muito medo

Renata ha detto...

r: eu guardo um bocadinho (:

Ana Coelho. ha detto...

Sou de Gondomar, porquê? :)

Ana Coelho. ha detto...

Os portes de envio já estão incluídos no preço querida :)
Em quase nenhum meu objecto passa dos 3€ :)

Blackbird ha detto...

Adoro :)

Isa ♥ ha detto...

Eu sempre adorei este poema. Sempre!

r: Eu adoro todas as frases que tenho naquele blog *.*
Exactamente

Isa ♥ ha detto...

r: Ora essaa!

♛Queen♛ ha detto...

Gostei muito deste poema, finalmente a primavera chegou e o sol decidiu aparecer. Estava a precisar disso!!