mercoledì 10 luglio 2013

FernandoPessoa


Isto

Dizem que finjo ou minto
Tudo que escrevo. Não
Eu simplesmente sinto 
Com a imaginação
Não uso o coração.
Tudo o que sonho ou passo,
O que me falha ou finda,
É como que um terraço
Sobre outra coisa ainda.
Essa coisa é que é linda.
Por isso escrevo em meio
Do que não está no pé,
Livre do meu enleio,
Sério do que não é.
Sentir? Sinta quem lê!


4 commenti:

Ju. ha detto...

Adoro, dei este poema este ano! (:
Beijinho*

Inês ha detto...

Gostei muito deste excerto de Fernando Pessoa, gosto muito de certos poemas dele :)

Inês ha detto...

Gostei muito deste excerto de Fernando Pessoa, gosto muito de certos poemas dele :)

Nea ♪ ha detto...

Gosto*