martedì 23 luglio 2013

Morbidez



Corria-lhe sangue entre as veias, entre a sua delicada face. Sangue esse que outrora circulara freneticamente por todo o seu corpo. A coitada vai caindo lentamente. Sinto pena dela, mas não há mais nada que eu possa fazer. Olho para a janela. A lua hoje está alta e mais redonda do que nunca, a luz que é nela refletida é absorvida por aquela pobre criatura. O tempo passa e vejo-a a tornar-se cada vez mais decadente. Mudou de cores, já não está viva nem saudável, agora está a apenas à espera da morte. Morte essa que acabou de chegar. E foi assim que a minha orquídea morreu na minha janela virada para a lua. 

18 commenti:

Lorowen ☾ ha detto...

adorei!

Teresa Isabel Silva ha detto...

Adorei o texto. Conheço em parte essa sensação que descreves!

Bjxxx

Sara Pimenta ha detto...

Um texto muito bem escrito.
Pobre orquídea, mas morreu a ver a lua na sua fase mais bonita..

Diana Loureiro ha detto...

ADOREI O TEXTO
r: também concordo :p

Audrey Deal ha detto...

Que texto lindo minha querida!

Cláudia Ribeiro ha detto...

muito obrigada.

ha detto...

"O tempo passa e vejo-a a tornar-se cada vez mais decadente. Mudou de cores, já não está viva nem saudável, agora está a apenas à espera da morte." oh, adorei, adorei, adorei!

Thiago Almeida ha detto...

Um recorte tão rico que, a gente fica imaginando o começo e o fim... Completando e inventando nossa propria historia. Muito bom!!!

Teresa Isabel Silva ha detto...

Adoro mesmo este teu texto :)

Bjxxx

Maggie Hippie ha detto...

mas atenção, estas coisas não se devem fazer assim do nada ! precisas de fazer outras posturas que preparam o teu corpo para esta !

A ha detto...

Adoro!

Inês ha detto...

a escola para onde vai fica a cerca de 20/30 km :s

Jovem $0nhador@ ha detto...

lindo!

Diana Loureiro ha detto...

r: de nada :)

Por que você faz poema? ha detto...

Sua orquídea brilha
oculta
lúbrica.

Sua orquídea é pura vida.

c ha detto...

Deliciei-me aliás todos os teus textos são um agrado para vista de quem aprecia uma boa escrita!

Daíse Lima ha detto...

Lindo, lindo, lindo texto!!!!!!!

Bree Emma Sommers ha detto...

Não estava à espera da frase final do texto, mas gostei muito! :)
Ah, e adoro o design do blogue, a propósito!