venerdì 18 ottobre 2013

Sinto dor. Traíram-me.

Sinto dor. Traíram-me eu sei, devo gostar de sofrer. Não é justo ter nascido aqui, aqui há gravidade e por isso caio demasiadas vezes. As feridas estão abertas e devido a todas as quedas já não saturam mais. Estou fraca, preciso rapidamente da cura e não a encontro, parece que querem o meu corpo, que querem me degradar aos bocados. Mas eu não deixo que isso aconteça. Isso não. Prefiro morrer antes que me matem. Está dito.

2 commenti:

Maggie Hippie ha detto...

Então? :((

Cláudia Ribeiro ha detto...

está tão forte, adoro!