domenica 2 febbraio 2014

fuma à vontade


Quem és tu que te aproximas à velocidade da luz? Pára.
Não te consigo ver, tens uma nuvem à tua volta, essa nuvem está-te a matar. O fumo invade os teus alvéolos contaminando o teu corpo todo. Cada vez estás mais submerso nessa nuvem que te invade. Não faças isso, não deixes que esse cigarro te mate, não lhe dês esse gosto.
Seguiste o meu conselho, ainda bem, é a primeira vez que me ouves e fazes o que eu te peço. Agora já podemos passear juntos de mãos dadas sem que o teu cheiro me incomode. Há tantas pessoas nas ruas que mal te vejo. A imagem torna-se cada vez mais nítida quando te aproximas de mim a correr, mas de repente deixo de te ver. Passo a ver um corpo inanimado no chão com uma mancha de sangue enorme ao lado. Corro desesperada na tua direção, quando chego à tua beira ofereces-me o teu último olhar e morres. É irónico, no final não foi o cigarro que te matou fui eu. Por favor fuma à vontade.

15 commenti:

Cloe O. ha detto...

R: Na minha opinião devias de ir!

Dalma Pereira ha detto...

adoro tanto este texto! está incrível
r: eu também tenho algum receio mas estou a rezar para que o filme seja bom :)

Filipa ha detto...

Gostei muito!

Roxy ha detto...

Ok, isto deixou-me sem palavras.

r: Ela tem esse poder de nos conquistar.

TwoVoicesOneHead ha detto...

R: obrigada (x
Gostei muito do texto , apesar de ser sobre o assunto que é ...

Cláudia S. Reis ha detto...

Que texto tão sentimental. Por vezes tentarmos «mudar» quem amamos não é mesmo o melhor para eles...

Lis ha detto...

r: parece que os nossos pais são parecidos :p

A ha detto...

Incrível!

Phoenix Heart ha detto...

isso foi absoluta e completamente maravilhoso.

ps: adorei o blog, já estou a seguir! ;) eu sou nova aqui na blogosfera e não te peço mais que um simples olhar pelo meu cantinho, se me pudesses fazer isso eu ficava super grata! Não sei muito bem por onde começar senão por pedir "ajuda" a quem sabe do assunto... Desculpa o incómodo.

http://thedemonsinsideofme.blogspot.pt

Sónia TM ha detto...

Incrivel...

Sónia
Taras e Manias

Jade Mae ha detto...

O texto está perfeito realmente. O que será que mata mais...

Phoenix Heart ha detto...

que texto maravilhoso...! por vezes queremos tanto agradar que acabamos por estragar :(

Wallflower ha detto...

Adorei o texto, e deixou-me a pensar, sabes? Afinal o fim é incerto e nem sempre os maiores perigos são os que nos destroem.

Nea ♪ ha detto...

Nossa! :o
Tu e os teus textos...

Inny Harris ha detto...

Eu adoro o que tu escreves! Gosto muito mesmo! (: